Guia especial healers: confira dicas para todas as lutas de Firelands!


Para quem raida Firelands de healer, a diversão está em alguns momentos “tensos”, como os 25% finais do Rhyolit, ou como a mecânica da luta do Baleroc… Por isso, o Terça sem Wow preparou um Guia Especial Healers, em que reunimos dicas e macetes para todos os 7 bosses de Firelands. Confira, a seguir!


Beth’tilac
O healer da parte superior da teia não deve economizar CDs. No tank, vale castar heals grandes, mesmo com cast maior, já que o dano é grande, mas há um certo tempo entre um dano e outro. O ideal é manter o tank o máximo de tempo topado para evitar que a movimentação ou o heal do(s) dps(s) se torne um problema.
Para a parte inferior da teia, a dica é manter toda a raid stackada quando não houver ninguém na parte superior da teia. Apesar do dano alto em todos os jogadores, não há desespero. Dificilmente alguém vai morrer nessa hora se os healers estiverem usando healls AOE. Então vale salvar mana e CDs.
Na fase final a dica é a mesma. A diferença é que um dos healers deve ser setado para se concentrar no dano dos tanks, que é alto.

Shannox
Para os healers é uma luta simples até. A atenção fica apenas para duas skills: as traps, já que muitos healers pouco olham o que acontece, porque ficam vidrados no raid interface, e o dano que escala nos tanks na medida que os adds morrem.

Lord Rhyolit
Além de toda a movimentação que essa luta exige, e esquecendo danos normais evitáveis, como o rastro de fogo da sala, essa luta exige do healer em três momentos especiais. O primeiro deles é quando a pilotagem do boss foi falha e há stacks demais de fire damage. Nessa hora, o dano na raid vai ser bem alto e é preciso gastar cooldowns pra manter todos vivos.
A segunda ocasião é quando o boss está se afastando da raid e há melees batendo nos pés do Rhyolit. É preciso ficar atento para não perde-los de range.
A fase final, claro, é a hora da verdade para os healers. Todos Vão levar entre 8k e 12k de dano por segundo. É heal AOE com CDs para garantir a vida dos demais. Os CDs mais fortes, como o tranquility (druidas), o spirit link (shamans) e PowerWord: Barrier (priests disc) devem ser salvos para essa hora.

Baleroc
Depois que se aprende, fica muito fácil healar essa luta. Para os healers, o esquema mais indicado é sempre fazer um rodízio de quem vai curar o debuff dos cristais. Um dos três healers deve largar 100% o boss e ficar concentrado exclusivamente no DPS. Não pelo dano que o DPS toma, mas pelo controle dos buffs de heal. Isso porque, quando se cura o tank, não se ganha mais stacks do buff. Por isso, é preciso fazer esse rodízio. Um dos três ganha stacks de buffs enquanto os outros dois seguram o(s) tank(s).
Outra dica é usar heals rápidos para curar os DPS (para ganhar mais stacks do buff) e usar spells de heal alto (mesmo mais caras) para curar os tanks. Um greater healing wave (dos shamans) pode critar mais de 300k facilmente.
Para evitar a morte do tank logo após o damage de 90% do HP, a dica é usar CDs que criam um cast instant (Nature Swiftness druidas e shamans), e continuar castando mesmo quando o HP do tank está full, para que o heal entre logo após o dano tomado.

Alysrazor
Apesar da infinidade de spells do boss, o heal dessa luta não tem grandes danos incontroláveis no tank, e nem um heal race, como no fim da luta do Rhyolit. Mesmo assim, é preciso ficar atento a alguns detalhes, como a movimentação para fugir do fogo e do breath dos vermes, e que é preciso sempre estar com uma pena ativa (para dar mais agilidade de movimentação na fase de transição, que tem os furacões, e para conseguir castar enquanto anda).
Também vale lembrar que assim que a fase dos furacões acaba, o boss desce e fica paradão no chão. Essa é a hora para parar de castar e retornar mana. Logo em seguida, quando o boss dá um knockback na raid, o heal AOE precisa ser mais forte. É bom queimar um CD.

Majordomo Fandral Staghelm
Mais uma vez, a movimentação é a chave da luta. Para os healers, o heal da fase Scorpion é o mais pesado e é justamente ele que vai determinar o timing das mudanças de fase. É bom queimar CDs pesados principalmente quando os stacks do adrenaline estão se acumulando e também é bastante interessante planejar isso (cada um usa um CD de cada vez) com os outros healers da raid.
O dano das explosões deve ser evitado, caso contrário é wipe! A fase cat tem o heal mais concentrado no Tank. Se ele estiver com boa gear, ou se for intercalando CDs defensivos, é possível economizar mana.

Ragnaros
Para a luta do Ragnaros, a dica que fica é a atenção especial à mana. A luta tem vários momentos em que é preciso usar CDs de heal, já que é comum levar spikes de damage, com skills como World in Flames e Sulfuras Smash.
Também vale lembrar que é essencial manter todos topados na hora que a magma trap for ser ativada, já que é mais de 60k de dano em todos os players.

Sobre TheRogue
Stealth mode ON

2 Responses to Guia especial healers: confira dicas para todas as lutas de Firelands!

  1. Dráco says:

    Boas dicas!!!!!
    TheRogue rola um guia pra rogue, ai…

  2. Pingback: Manutenção de hoje vai até as 15 horas! Confira o resumo da semana! « Terça Sem WoW – Seus dias de manutenção nunca foram tão divertidos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: